Menos barulho no ano novo

Estamos nos últimos dias de 2015, ano que trouxe tantas surpresas, ruins para uns, boas para outros. Para mim, ele teve momentos difíceis, mas pelo menos me trouxe algo que eu almejava há muito: a aposentadoria. Não posso, portanto, me queixar muito.

Nesses dias finais de cada ano, além de fazer o balanço do passado, também costumamos fazer projeções para o futuro, seja na forma de desejos seja na de resoluções.

Dentro desse espírito, Fernanda Young publicou, há poucos dias, um texto sobre o que não fazer em 2016, para que ele seja um ano melhor que 2015. Pra quem quiser conhecer na íntegra o que ela escreveu, é só clicar aqui. Gostei de quase tudo na postagem, mas um trecho me tocou mais, por ter tudo a ver com as origens deste blog:

 

“Não fazer barulhos que atrapalhem a vida dos outros. Nosso mundo anda muito barulhento, cultive um pouco de silêncio.”

 

Faço dessas palavras o meu voto para 2016: por um ano menos barulhento.

Menos gritaria, menos música compulsória invadindo nosso espaço, menos rojões, menos bombas, menos conversa em voz alta, menos eletrônicos barulhentos.

Que 2016 venha manso, sereno, silencioso. E que seja muito melhor que 2015.

  2 comments

  1. Marcie   •  

    Brilhante! Faço meus os seus desejos. Tudibão, querida! <3

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *